Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Agenda da Semana - Audiência Pública

Oiti na Rua Jundiaí

Caros amigos,

Gostaria de compartilhar com vocês sobre um trecho de um livro.. Durante as festividades do Dia da Terra, em 1990, na ONU, nada foi tão marcante quanto a declaração de um astronauta árabe "Quando estamos olhando pelas escotilhas da nave, no primeiro dia víamos nossos países, nosso povo, nossa raça. No segundo dia, víamos nossas fronteiras, nossos limites, nossos possíveis inimigos. No terceiro dia, víamos nossos continentes, os limites das terras e oceanos. No quarto dia, entendemos que éramos todos irmãos!" . O livro é da editora Sá, com o título Vivência Integrada com o Meio Ambiente.

Árvores
Nesta quinta-feira, dia 21, às 10h, haverá uma audiência pública, sobre as árvores do canteiro central da Av. Salgado Filho, pelo fato de um possível alargamento da avenida. A audiência é promovida pela promotora Dra. Rossana Sudário, será realizada na Procuradoria de Justiça do Meio Ambiente do RN, na Rua Floriano Peixoto, Centro. Na audiência anterior, a promotora solicitou o estudo completo sobre a mobilidade da cidade. Compareçam!



Pela Cidade
Semana passada, recebi uma ligação de Thiago Serra, sócio da Ong Baobá, dia seguinte, estava no centro da cidade com ele, Thiago estava inconformado com alguns corte nas árvores do Centro. Registramos um corte irregular na árvore defronte a uma loja na Av. Rio Branco; o crescimento de uma árvore impedida pelos fios da rede elétrica, podendo ser colocado o cabo space, o que não comprometeria o crescimento, e o balanceamento da copa da árvore ( Rua Princesa Isabel ); e por último ele indicou que as podas das árvores estão sendo feitas e não estão passando o selador/calda bordaleza de proteção, é o caso de um Oiti na Rua Jundiaí, que não recebeu esse tratamento alguns dias.

SOS Mangue
Fui convidado pelo professor e ambientalista Rogério Câmara, da ONG SOS Mangue para participar de uma oficina na Escola Estadual Lia Campos, onde ele leciona, sobre a produção caseira de sabão reutilizando o óleo de fritura. O óleo utilizado (05 litros), veio do bar do seu Pernambuco, no canto do Mangue. O importante de tudo isto, é o grande potencial pedagógico, seu Pernambuco, por não saber das conseqüências jogava todo óleo da fritura do seu bar nas águas do rio Potengi, o outro lado também e o financeiro. A aluna Ana, contou-me que fez um curso de enfermagem, e para ajudar no pagamento vendia sanduiche, e agora vai fazer sabão caseiro para ajudar no pagamento, do curso de enfermagem, que fará na universidade.

Primavera Silenciosa
Primavera Silenciosa, livro de Raquel Carsan, editora Gaia. Recebi de minha esposa, como presente de Natal. Ela ficou espantada com minha surpresa, quando vi na livraria Siciliano do Midway Mall.

Perda da Biodiversidade
Os dados são do Relatório Planeta Vivo 2010, publicado a cada dois anos pela organização não governamental WWF. Em menos de 40 anos, o mundo perdeu 30% de sua biodiversidade. Nos países tropicais, contudo, a queda foi muito maior: atingiu 60% da fauna e flora original. Consumo desenfreado. A demanda por recursos naturais também aumentou. Nas últimas cinco décadas, as emissões de carbono cresceram 11 vezes. Veja reportagem completa http://estadao.br.msn.com/ciencia/artigo.aspx?cp-documentid=25927622

Trilhões de dolares
Segundo o relatório mais recente da ONU mostra que o planeta perdeu um terço do estoque de seres vivos existente em 1970. O documento aponta como ameaçadas de extinção 42% das espécies de anfíbios do mundo e 40% das de aves - e estima em US$ 2 trilhões a US$ 4,5 trilhões o prejuízo mundial anual com desmatamento. Veja reportagem completa http://estadao.br.msn.com/ciencia/artigo.aspx?cp-documentid=25927622

Atenciosamente,

Haroldo Mota
Ong Baobá

0 comentários:

Postar um comentário