Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA MUNDIAL SEM CARROS - BICICLETADA

APRESENTAÇÃO

No dia 22 de setembro é comemorando e reivindicado o Dia Mundial Sem Carros (DMSC), manifestação realizada em diversos lugares do mundo que propõe uma reflexão para a sociedade sobre o impacto tanto social quanto ambiental da cultura do automóvel, em que cada pessoa deseja ter seu próprio carro, proclamado pelos meios de comunicação como principal "sonho de consumo" dos indivíduos.

 

Em 2011, por ocasião do Dia Mundial Sem Carros e também pela conjuntura atual dos investimentos a serem realizados em mobilidade por ocasião da Copa do Mundo de 2014, a Bicicletada Natal preparou a Semana Mundial Sem Carros com o propósito de mobilizar a cidade para refletir sobre Mobilidade e Transporte Sustentável, chamando a atenção e reflexão popular para os gastos públicos destinados às obras da Copa, quais os planos, quais as prioridades, como e onde serão feitas as modificações.


 

JUSTIFICATIVA

 
A capital potiguar, assim como todas as cidades de porte semelhante ou superior, sofre com os incontáveis males decorrentes da prioridade dada pela sociedade ao automóvel. Do ano 2000 a 2009, houve um crescimento de 66.3% da frota potiguar, alcançando em 2010 a marca de 217 mil veículos, entre carros, caminhonetes e utilitários (DETRAN-RN), enquanto a frota de transporte coletivo permanece em cerca de 900 ônibus (Semob/Seturn).

 

Além da imensa poluição produzida, causadora de doenças respiratórias e alterações climáticas (seja o aumento da temperatura ou da acidez das chuvas) a cultura do automóvel prejudica a sociedade ocupando os espaços urbanos com crescentes congestionamentos, demanda por estacionamento, expansão e alargamento das vias, construção de viadutos, túneis e pontes; que transformam espaços antes ocupados por calçadas, praças, áreas verdes ou mesmo prédios em terreno árido de asfalto (que aquece a cidade) ou então privatizam temporariamente o espaço público sempre que um carro particular ocupa parte das ruas estacionando nos acostamentos.

 

Este contexto, que se agrava diariamente, há algumas décadas passou a mobilizar cidadãos pelo mundo inteiro para agirem contra a influência econômica e política de uma indústria que forjou através dos tempos uma cultura fortemente arraigada no imaginário das pessoas. Afinal, que pai não gostaria de presentear seu filho com um carro quando este é aprovado no vestibular? Ou que trabalhador não almeja adquirir seu veículo quando o salário permite? Ou mesmo, que empresário não deseja possuir o último lançamento automobilístico, reforçando assim seu status diante dos seus pares?

 

A capital potiguar, desde 2007, passou a organizar a Bicicletada Natal, que mensalmente mobiliza cerca de 90 a 110 ciclistas por uma cidade mais humana, sustentável, que dê prioridade às pessoas e não aos carros, desenvolvendo uma consciência de coletivo, em detrimento do individualismo motorizado promovido pelo carro.

 

O mês de setembro será crucial nos esforços de todos os cidadãos envolvidos com a Bicicletada para convergir as atenções da população para esta importante temática, proporcionando momentos de debate, conhecimento da população do que acontece com a cidade e transformação de posturas.

 

OBJETIVOS


A Semana Mundial Sem Carros objetiva transformar o Planejamento, Mobilidade Urbana e o Transporte Sustentável em pauta principal de discussão da população potiguar no mês de setembro, fomentando o debate crítico e a discussão de alternativas e soluções, mudanças de atitudes e ações necessárias para transformar efetivamente a realidade local.

 

0 comentários:

Postar um comentário