Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Confira os destaques da atualização :: 15 de janeiro

LINK 01. Artigo "Agressão aos morros", por Nei Leandro de Castro
# Apoio do escritor ao Movimento SOS Ponta Negra e ao Abraço do Natal ao Morro do Careca.
..............................................................................
LINK 02. Matéria do Diário de Natal: "Abraço ao Morro vira queda-de-braço"
# Enquanto os empresários da construção civil protestam a favor das construções ao lado do Morro do Careca, o Movimento SOS Ponta Negra rebate o caos com música potiguar e abraço simbólico.
..............................................................................
LINK 03. Matéria da Tribuna do Norte: "Empresários e Prefeitura vão medir forças na rua"
# Caos x Música + Departamentos de Arquitetura, Geografia e Ecologia defendem oficialmente revisão das licenças.
..............................................................................
LINK 04. Entrevistas no Diário de Natal
# com Yuno Silva, autor das denúncias/blog SOS_PN contra os prédios, e Sílvio Bezerra, presidente do Sinduscom (Sindicato da Indústria da Construção Civil/RN).
..............................................................................
LINK 05. Rita Lee arrebanha 20 mil
# A cantora mete a boca no trombone sobre as construções absurdas ao lado do Morro do Careca durante show de Natal.
..............................................................................
LINK06. Matéria da Tribuna do Norte: "SOS pede votação de Plano Diretor"
LINK 07. Matéria do Diário de Natal: Ongs apelam à Câmara para manter cassação
# Movimento SOS Ponta Negra entrega abaixo-assinado com seis mil assinaturas aos vereadores solicitando pressa na aprovação do novo Plano Diretor de Natal.
..............................................................................
LINK 08. Matéria do Diário de Natal: "SOS Ponta Negra entrega abaixo-assinado a PMN"
# Prefeito Carlos Eduardo recebe comissão do Movimento SOS e recebe abaixo-assinado de apoio à decisão de cancelar as licenças com seis mil assinaturas.

0 comentários:

Postar um comentário