Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tribuna do Norte - 21/12/06 :: ABAIXO-ASSINADO E AGILIDADE NA VOTAÇÃO DO PLANO DIRETOR

SOS pede votação de Plano Diretor

foto: Emanuel Amaral

REIVINDICAÇÃO - Jornalista Yuno Silva entregou um abaixo-assinado com assinaturas pedindo agilidade na votação do Plano Diretor

Votação imediata em sessão extraordinária a ser realizada ainda no ano de 2006, do Plano Diretor do Município de Natal. Essa é a reivindicação do abaixo assinado, entregue pelo grupo S.O.S Ponta Negra ao presidente da Câmara dos Vereadores de Natal, Rogério Marinho. O abaixo assinado contém cerca de seis mil assinaturas e representa o pedido para que a votação no novo Plano Diretor seja feita antes do recesso dos vereadores.

Um dos coordenadores do S.O.S Ponta Negra, o jornalista Yuno Silva, explicou que o Plano Diretor só pode entrar em vigor, 60 dias após a votação. Se a votação for feita apenas após o recesso da Câmara dos Vereadores - em fevereiro - o novo Plano só passa a valer, praticamente, a partir de junho do próximo ano. “Se deixarem para votar no próximo ano, serão seis meses a mais com possibilidade de liberação de outras obras”, disse.

De acordo com Yuno Silva, o abaixo assinado é uma forma de pressionar os vereadores para a realização de uma sessão extraordinária. “Queremos que eles votem o plano ainda esse ano”. O abaixo assinado entregue ontem aos vereadores, já foi apresentado ao prefeito Carlos Eduardo Alves e teve o apoio - assinatura - do músico carioca Paulinho da Viola. No último sábado, a cantora Rita Lee, durante o show realizado na praça cívica do Campus da UFRN, também apoiou a causa. A Prefeitura do Natal apóia oficialmente a causa, desde outubro, quando cancelou a licença para a construção dos espigões.

Yuno Silva acredita que a participação de moradores da Vila de Ponta Negra, na manifestação promovida por empresários e operários da construção civil, há dois dias em favor da liberação dos prédios ao lado do Morro do Careca, é fruto de promessas de emprego. “O S.O.S Ponta Negra não promete nada, garante o futuro da comunidade”, comentou.

Ana Isaura Suassuna, uma das coordenadoras do S.O.S Ponta Negra, disse que a idéia do grupo é conscientizar a população que a construção dos prédios não vai trazer desenvolvimento para os moradores da Vila de Ponta Negra. “A gente não está preocupado só com o impacto paisagístico”, explicou, lembrando que a Vila não tem estrutura para o aumento no tráfego de carros que haveria com os novos moradores. De acordo com ela, a comunidade seria prejudicada com o aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). “Queremos que as pessoas abracem a idéia de que estamos sendo invadidos, hoje é Ponta Negra, amanhã será do lado da nossa casa”.

S.O.S Ponta Negra promove abraço ao Morro do Careca


O grupo S.O.S Ponta Negra promove amanhã, uma festa em prol da causa do Morro do Careca. A partir das 22h, se apresentam na estação Ribeira das Artes, várias bandas simpatizantes da causa. Entre as atrações estão: a banda pernambucana Bonsucesso Samba Clube, os paraibanos do Cabruêra, Chico Correa e Totonho, Lado 2 Estéreo, do Piauí e os potiguares Du Souto e Pangaio. A entrada custa R$ 7 antecipado e R$ 10 na hora, e está a venda no bar Sargent Peppers (Petrópilis e Ponta Negra).

No sábado, dia 23, é a vez do abraço simbólico ao Morro do Careca. A concentração será nas imediações do morro, às 10h. Depois do abraço, 18 bandas se apresentarão em uma estrutura montada no local. O evento tem o apoio da Prefeitura de Natal, mas é uma iniciativa do grupo S.O.S Ponta Negra.

Os empresários ligados à indústria e comércio da construção civil confirmaram ontem que também participarão do “abraço ao Morro do Careca” no próximo sábado. O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon/RN), Silvio Bezerra, confirmou a presença. Um dos coordenadores do grupo, o jornalista Yuno Silva, diz que os empresários serão bem recebidos. “Desde que não seja demagogia. Só acredito que são a favor se recuarem e reconhecerem que continuar as obras é uma imoralidade”, disse. Yuno Silva sugere que Silvio Bezerra aproveite a oportunidade para dizer à população que as empresas vão desistir dos projetos. “Acho que é mais uma tentativa de ludibriar e confundir a opinião pública”, alertou.

0 comentários:

Postar um comentário