Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ALTA GASTRONOMIA NA VILA DE PONTA NEGRA

Matizes e sabores de uma cabocla

Tribuna do Norte - 19 de Agosto de 2011


Confiar no chef é essencial em lugares de proposta igual ao do Aquarela Brasilis. O espaço gourmet criado na vila de Ponta Negra é considerado pela sua autora, a chef Gabriela Sales, um "laboratório" gastronômico. O local trabalha ao estilo 'menu confiança', apenas sob reserva para no máximo oito pessoas, de quinta a sábado. Uma degustação intimista para quem deseja algo bastante diferente do lugar comum oferecido pelos demais restaurantes.
Aldair dantasGabriela Sales encontra seu recanto na Vila de Ponta NegraGabriela Sales encontra seu recanto na Vila de Ponta Negra

"Sou cozinheira e pesquisadora, não me considero uma chef de cozinha tradicional", afirma Gabriela, sobre seu trabalho à frente do Aquarela Brasilis. Ela define como "uma cozinha cabocla e contemporânea". O menu experimental da casa utiliza um misto de ingredientes populares e sofisticados, propondo uma releitura de várias técnicas. O ambiente complementa a proposta diferenciada: um espaço pequeno, de visual rústico, duas mesas com quatro bancos, decoração artesanal, e pouca luz. O laboratório perfeito para criar.

O cardápio sempre mudará a cada fim de semana, afirma Gabriela Sales. Um dos menus apresentados nesta semana, exemplifica bem o estilo da casa: campanha de feijão verde com mexilhões e vongole; arroz de polvo com manteiga de ouriço; nhoque de tapioca e abóbora com camarões em borda de tucupi e jambú, e como sobremesa, sorvete de açaí com lascas de tucumã (um tipo de coco) e crocante de tapioca. Gabriela também costuma utilizar flores em seus pratos - e não só para decorar. Há tipos que caem bem no garfo, como as flores de pau-brasil, maracujá, ibisco, muçambê, begônias, jurubeba, entre outras.

Menu confiança é a proposta

O menu é confiança, mas Gabriela afirma que pode ser moldado conforme os gostos do cliente. "É possível dar uma personalizada no cardápio, e é claro que devo respeitar as restrições alimentares de cada um, se for o caso", afirma. Aliás, a cozinheira tem apenas - ela própria - uma restrição alimentar: "Não sirvo foie gras de jeito nenhum. Acho brega, impróprio para nosso clima, e a forma como ele é obtido do animal é cruel. É uma cultura da França, mas que não tem a ver com a gente", explica. Gabriela acrescenta que em breve vai explorar cozinhas temáticas, como a espanhola ou vietnamita.
aldair dantasCampanha de feijão verde com mexilhões e vongoleCampanha de feijão verde com mexilhões e vongole

Gabriela Sales é carioca, mas foi criada em Ponta Negra. O espaço onde o Aquarela funciona, a rua do Corrupio, é uma localização tradicional de pescadores e rendeiras. O gosto pela cozinha vem de família, principalmente pela mãe, cozinheira de mão cheia. A chef também trabalha com artes plásticas, é inspetora da Banda Sinfônica de Natal, mas nunca resistiu ao apelo gastronômico. Desde 1999 trabalhou em restaurantes e fez menus para cafés, cuidou da cozinha de uma pousada em São Miguel do Gostoso, até que decidiu se "oficializar" na área a partir de 2007. Ficou quatro meses na Espanha, como convidada do premiado restaurante Huerto de Juan Ranas, em Granada. Pôs tudo na bagagem de volta, e agora Natal pode saborear um pouco de disso tudo, em várias porções.

Serviço:

Aquarela Brasilis. Rua do Corrupio, Vila de Ponta Negra. Funciona de quinta a sábado, apenas sob reserva. Tel.: 9161-2627.

0 comentários:

Postar um comentário