Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Em Ponta Negra, acesso à praia é prejudicado

>>> A escada desmoronou dia 4 de março, vamos ver em quanto tempo a Prefeitura de Natal levará para consertar um dos POUCOS acessos à praia de Ponta Negra próximo ao Morro do Careca - o tempo já está passando! Vale lembrar que, há cerca de dois anos, foi aberto processo para repassar o terreno ao poder municipal e a comunidade teve que procurar o Ministério Público para garantir iluminação no local (!!). Não é mole não!!!

Tribuna do Norte - 6 de março de 2012

Uma escadaria de 30 metros na Vila de Ponta Negra ruiu na  madrugada de domingo, 4, e está impedindo o acesso da comunidade à praia, nas imediações do Morro do Careca. Único nativo a possuir uma pousada no bairro, Paulo Rodrigues disse que mora na área há 34 anos anos e depois que começou a construir o seu negócio na primeira metade dos anos 80 - "quando começou a estourar o turismo em Natal" -, fez a escadaria para que os pescadores pudessem descer para a praia.

Paulo Rodrigues conta que, no início, fez as escadarias de tronco de coqueiro, mas, por conta própria, construiu os degraus de alvenaria.  Segundo ele, a escadaria desabou agora "por conta do uso e desgaste" durante 25 anos. No entanto, Rodrigues disse que tentou o apoio da prefeitura diversas vezes para tentar recuperar a escadaria, mas  sem obter sucesso: "Já vieram medir aqui umas vezes, mas até agora  não fizeram nada".

Segundo Rodrigues, a Pousada Mirante foi construída com as economias "trabalhando 28 como taxista". A escada com uma largura de meio metro foi construída no terreno particular da pousada, mas se tornou uma coisa pública: "A área não é mais minha, é do povo".

O pescador Luís Rodrigues do Nascimento disse que sempre usou a escada para descer pra a praia, agora, com a interdição da escada feita na manhã de ontem pela Defesa Civil Municipal, vai andar mais uns 50 metros para descer por outra escada de alvenaria.

Luís Rodrigues disse que o proprietário da Pousada Mirante deixou a escadaria para prefeitura "tomar de conta, mas ninguém se importou com isso". Na opinião dele, Paulo Rodrigues "já podia ter fechado a passagem", porque o terreno é dele, mas para não prejudicar a comunidade deixou aberta para que todos passassem para a praia de Ponta Negra.

No muro por trás da Pousada Mirante, situado na rua João Rodrigues de Oliveira, nº 125, a Defesa Civil do município pôs um aviso, informando que a área está interditada, "por tempo indeterminado", até que seja "regularizada a situação junto ao órgão competente".

Paulo Rodrigues disse que não estava na pousada, ontem de manhã, quando chegaram os técnicos da Defesa Civil. O secretário municipal de Defesa Social, Carlos Paiva, informou no  meio da tarde, que estava sendo enviado um ofício para a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), que é a responsável pela execução de obras e manutenção dos equipamentos urbanos da cidade, inclusive da orla marítima de Natal.

O diretor de Defesa Civil do município, Irimar Matos do Nascimento, disse que a primeira providência foi tomada, a interdição da área. Mas, ele explicou que os técnicos da Defesa Civil vão voltar ao local ainda hoje para retirar os entulhos e começar uma avaliação sobre as causas do desmoronamento do muro da Pousada Mirante, que resultou, também, no desmoronamento de outro muro em frente, situado numa área do antigo Bar do Brito, que hoje pertence à empresa GTI Empreendimentos e Incorporadora.

Apesar de ser um terreno particular, Matos disse que o  município vai restaurar o  passeio público, porque é como informam os donos de pousadas, a escadaria dá passagem aos moradores e aos turistas para a área em frente ao Morro do Careca.

0 comentários:

Postar um comentário