Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[18 julho] Prefeitura define novas medidas emergências para Ponta Negra

Site da Prefeitura de Natal - 18/07/2012

Preocupada com a atual situação do calçadão de Ponta Negra, que em virtude das marés altas foi danificado em alguns trechos, a prefeita Micarla de Sousa se reuniu no início da tarde desta quarta-feira (18), com os secretários de Comunicação Social, Copa do Mundo FIFA 2014, Mobilidade Urbana, Obras Públicas e Infraestrutura, Segurança e Defesa Social, Serviços Urbanos, Turismo e Desenvolvimento Econômico e o titular da Urbana, para tratar de providências emergenciais a serem tomadas.

Na reunião, ficou decidido que será formada uma força tarefa envolvendo secretarias municipais para retirada de sete quiosques localizados na área interditada do calçadão e posterior remoção dos mesmos para pontos seguros do próprio calçadão previamente definidos pela Associação dos Quiosqueiros e Conselho Comunitário de Ponta Negra. A Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi) disponibilizará uma retroescavadeira e uma caçamba para auxiliar nos trabalhos de contenção do mar. Esta contenção será feita por meio de sacos de areia. A sugestão foi do trade turístico, acatada pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur).

Hoje pela manhã, um destacamento do Grupamento de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil, designado pelo Almirante Gamboa, do II Distrito Naval, esteve na praia fazendo um levantamento fotográfico e diagnóstico das áreas degradadas com o objetivo de somar esforços com a Prefeitura do Natal nas ações emergenciais em Ponta Negra. Agora à tarde, a Marinha, em reunião com o município, decidirá quais as ações efetivas que realizará no local. O Exército Brasileiro também prestará apoio à Prefeitura por intermédio do Batalhão de Engenharia.

Em relação ao reconhecimento do estado de calamidade pública decretado pela Prefeitura, as diversas secretarias envolvidas estão recolhendo dados para auxiliar na elaboração do relatório circunstanciado, com todas as ações já desenvolvidas pelo município e o que será necessário para a recuperação da área. Este relatório será levado a Brasília na próxima segunda-feira (23) e entregue ao Ministério da Integração Nacional, visando a liberação de recursos para a reconstrução do calçadão. No detalhamento, constarão os danos materiais e ambientais, além da quantificação dos prejuízos econômicos.

No início da semana, a prefeita Micarla de Sousa, juntamente com os secretários Jean Valério (Secopa) e Tereza Cristina Pires (Semopi), esteve em Brasília, precisamente nos Ministérios da Cidade, Integração e Turismo para expor a situação do calçadão de Ponta Negra e dar início ao processo de reconhecimento pelo Governo Federal do estado de calamidade pública decretado pelo município. Com o reconhecimento da calamidade pública, a Prefeitura estará apta a receber os recursos necessários para a reconstrução do passeio público.

Conforme o secretário de Serviços Urbanos, Luiz Antonio Lopes, a Prefeitura não está de braços cruzados com o sinistro ocorrido no calçadão de Ponta Negra. Como medidas emergenciais, o município fez o isolamento das áreas degradadas, primeiramente com telas e depois com tapumes, numa extensão de 500 metros; limpeza da área afetada da praia com a participação de 70 garis da Urbana e uma retroescavadeira para retirada de entulhos. Os entulhos foram reaproveitados para a contenção das encostas. Também foram colocadas placas de sinalização e utilizados guardas municipais e fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) e Companhia de Serviços Urbanos (Urbana) para alertar banhistas e transeuntes, orientando-os quanto a melhor forma de chegarem à praia, evitando as áreas de risco.

0 comentários:

Postar um comentário