Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[19 julho] Prefeitura realiza ações emergenciais em Ponta Negra

Atividades contam com o esforço de diversas secretarias, Urbana, Marinha e o Exército.

A Prefeitura do Natal anunciou, na quarta-feira (19), novos planos de emergência para o calçadão da Orla de Ponta Negra, em reunião com os secretários de Comunicação Social, Copa do Mundo FIFA 2014, Mobilidade Urbana, Obras Públicas e Infraestrutura, Segurança e Defesa Social, Serviços Urbanos, Turismo e Desenvolvimento Econômico e a Companhia de Serviços Urbanos (Urbana).

Uma das tarefas será a relocação de sete quiosques do calçadão para um local mais seguro. Também serão colocados sacos de areias para conter os avanços do mar e evitar que novos trechos sejam destruídos. A Marinha e o Exército também vão auxiliar nas ações emergenciais da praia.

Nesta quinta-feira (19), membros da Urbana e da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) estiveram ao local para remanejar os quiosques e também retirar estruturas do calçadão que ficaram na praia. A equipe do Nominuto.com tentou falar com o dono de um dos quiosques que foram remanejados, mas ele não quis fazer a entrevista.

Na próxima segunda-feira (23), a Prefeita Micarla de Sousa retornará a Brasília e vai enviar ao Ministério da Integração um relatório, elaborado pelas secretarias envolvidas, que falará as ações já desenvolvidas pelo município e o que será necessário para a recuperação de Ponta Negra. Assim, a verba será encaminhada para o estado.

De acordo com o secretário de Comunicação, Gerson de Castro, após a realização dessas medidas, também farão reformas nas orlas de outras praias urbanas da cidade para não correr o mesmo risco do que acontece em Ponta Negra. Ao todos, esses trabalhos poderão durar em torno de um ano ou mais.
Lara Paiva / Nominuto.com
Quiosques estão sendo transferidos para local mais seguro.

Até agora, o Executivo Municipal realizou o isolamento de 500 metros das áreas degradadas, limpeza da área afetada da praia com a participação de 70 garis da Urbana e uma retroescavadeira para retirada de entulhos, que foram reaproveitados para a contenção das encostas. Também foram colocadas placas de sinalização e os banhistas estão sendo alertado sobre as melhores áreas de acesso.

No último sábado (14), Micarla decretou a situação da orla da praia como estado de calamidade pública e na segunda (16), esteve em Brasília para expor a situação e dar início ao processo de reconhecimento pelo Governo Federal do estado de calamidade pública decretado pelo município. Com o reconhecimento da calamidade pública, a Prefeitura estará apta a receber os recursos necessários.

0 comentários:

Postar um comentário