Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[24 julho] Ponta Negra: Comerciantes criticam eficácia da solução

Diário de Natal - 24 de julho de 2012 


Entrevistados pela reportagem, alguns barraqueiros revelaram-se reticentes com relação à funcionalidade dos sacos de areia e a forma como foi feita. "Essa parede de saco não chega a um metro de altura, isso é inútil, além disso, a impressão que se tem é que esqueceram de amarrar a boca dos sacos e veio a água e esvaziou tudo", tenta explicar o barraqueiro Alexandre Moura dos Santos. "Um serviço como esse, tem que se ter sacos muitos grandes e o que estão colocando é pequeno". Para a barraqueira Damiana Felícia, ao invés de sacos, a Prefeitura deveria fazer uma barreira de pedras para conter as marés altas.

Solicitada por integrantes do trade e por comerciantes da orla, a implantação dos sacos reiniciou ontem após a baixa-mar e recomeça hoje. Segundo dados da Semopi, os sacos confeccionados pela empresa Big Bag medem 0,90 x 0,90 x 1,50cm e custam R$ 30 a unidade. O custo total apenas com os sacos pode chegar a R$ 28 mil. "Para afixação, é feita uma vala, permitindo que cerca de 50 centímetros dele fique enterrado, para assegurar a base de sustentação. Vamos fazer uma barreira de dez em dez sacos com fila dupla para servir de contenção e de sequeiro para quando for iniciado o serviço de reconstrução", explica Caio.

A prefeitura está disponibilizando uma retroescavadeira e uma caçamba para auxiliar nos trabalhos de contenção do mar e a Marinha do Brasil também disponibilizou dez fuzileiros navais na execução do serviço.

0 comentários:

Postar um comentário