Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.: Eliana Lima escreve sobre o emissário submarino de esgoto: "Todo cuidado é pouco"


Perpetrar...

Todo cuidado do natalense é pouco em torno do tal ‘emissário submarino’, para não ser um futuro kamikase da natureza poluída. Está em curso uma pressa enorme para iniciar as obras.

Quem conhece do assunto alerta para o perigo de estudos sem aprofundamento.

Pior: retiraram do projeto anterior o necessário Tratamento Terciário, que possibilitaria a eliminação de agentes maléficos. O que deixará muito à vontade da poluição cerca de 70 mil patogênicos, por 100 ml, (coliformes fecais) jogados ao mar diariamente.

Há quem veja tendência ainda não explicada no projeto em andamento Ferrari.

... capital...

Com o emissário, a previsão – não dos sábios estudiosos do projeto, mas de quem entende e observa preocupado verdadeiramente com a natureza – é que a Natal do futuro ouvirá muito falar em ‘projeção da pluma de contaminação’, que levará ‘eca’ à altura da Praia do Forte.

Eca também ao pé do Morro do Careca.

... sujismundo

E o efeito psicológico do natalense?
Está preparado para conviver com a água de coliformes?
E os estados vizinhos que brigam por turistas, o que dirão?

Dá até pra imaginar: venham para um destino limpo e não para Natal, a cidade que tem esgoto que vai para a praia mais famosa (Ponta Negra) e se espalha por todos os lados.
Natal do futuro será a cidade de praia fecal?
E os recursos pesqueiros?
Já consultaram os pescadores?
A resposta é NÃO.

O que deixa a Abelhinha mais intrigada é que justamente o professor João Abner, tão contra a transposição do São Francisco, é um dos cabeças desse ‘emissário’.

0 comentários:

Postar um comentário