Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.: Praia de Ponta Negra imprópria para o banho

Nominuto.com - 13/nov/2009


Rompimento de instalações de esgoto em Ponta Negra contribuiu para tornar Morro do Careca impróprio para banhistas.

Quem pretende curtir uma praia neste final de semana, deve evitar o banho nas proximidades do Morro do Careca, em Ponta Negra. Segundo estudo de balneabilidade, o cartão postal de Natal está impróprio para o banho.

O estudo foi realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) e identificou, além do Morro do Careca, outros dois locais críticos.

Um deles é a foz do Rio Potengi, na praia da Redinha Velha, em Natal, e o outro, é o balneário do Rio Pium, em Parnamirim.

As três praias contêm altos índices de coliformes fecais, que excedem o limite permitido pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), diz o resultado do estudo emitido agora há pouco pela equipe responsável pela coleta e análise da água das praias no Campus Natal-Central.

No caso do ponto próximo ao Morro do Careca, segundo o professor e geólogo do IFRN, Ronaldo Fernandes Diniz, que coordena o estudo da balneabilidade, a explicação está no sistema de esgotamento sanitário. “O rompimento de instalações de esgoto em Ponta Negra contribuiu para tornar a praia do Morro do Careca impróprio para banho esta semana”, avalia.

As amostras foram coletadas ontem (12) em trinta pontos monitorados semanalmente no litoral leste do Estado, entre Nísia Floresta e Extremoz. O estudo realizado pelo Idema e IFRN faz parte do programa Água Azul, e analisa as amostras com base na determinação do Conama.

Para o programa, os dois órgãos contam com a colaboração de instituições parceiras, como Governo do Estado, por meio da Secretaria de Recursos Hídricos, Idema, Igarn, Emparn, UFRN e Ufersa.

O controle da qualidade da água é feito em todos os 410 quilômetros da costa potiguar. Na alta estação, o Idema aumenta em mais 18 pontos de coleta, além dos 30 feitos semanalmente durante o ano, e estende a análise em todo o litoral norte-rio-grandense.

Uma praia considerada imprópria não está necessariamente infectada por doenças. Porém os riscos de contaminação são significativos, devido ao elevado nível de coliformes fecais, juntamente com outras bactérias, vírus e fungos que podem trazer doenças.

O conselho aos banhistas é de que guardem uma distância mínima de 100 metros dos pontos e extremidades das áreas divulgadas, como medida preventiva. Convém lembrar que altos índices de coliformes fecais na água das praias podem ser responsáveis por doenças de pele, gastroenterite e até mesmo
Um novo boletim deve ser divulgado na próxima sexta-feira, dia 20 de novembro.

>>> Comentário pertinente: São 8h pelo horário de Brasília (7h em Natal), e ainda dá tempo de chegar na praia de Ponta Negra para o Abraço Mar-Terra QUE EMISSÁRIO É ESSE? (marcado para às 9h deste sábado, 14). Imaginem quando o emissário submarino for construído do jeito que está? Não vai sobrar nada pra contar a história!

0 comentários:

Postar um comentário