Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Estrutura da praia de Ponta Negra deixa a desejar

Diário de Natal - 8 de maio de 2012 


A inspeção do MP averiguou toda a estrutura organizacional e física da praia, observando também questões relacionadas ao cuidado com o meio ambiente. Além do Ministério Público e da Semsur, estiveram presentes entidades como a Associação dos Trabalhadores de Ponta Negra (Atpon) e a Associação dos Locatários de Cadeiras, e órgãos como Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e Superintendência do Patrimônio da União (SPU), entre outros. O primeiro problema verificado junto aos comerciantes foi a falta de iluminação noturna no Morro do Careca. Ficou constatado que o sistema de leds, com lâmpadas frias, não afetam nem a fauna nem a flora da mata.

Outro problema foi o aumento irregular de alguns estabelecimentos na faixa de areia. "Os pescadores da Vila de Ponta Negra também não tem um rancho, um local para colocar o que eles chamam de 'tralhas'. A SPU presenteou os pescadores com um rancho. Outro problema são duas escadas públicas existentes aqui, que estão inacessíveis, não deixando nem pessoas nem carros descer à praia", apontou Marcos Martins. A vistoria também passou pela faixa de areia, e percebeu algumas caixas de tubulação secas e línguas negras oriundas de bocas de lobo, especialmente no final da Av. Erivan França. Alguns quiosques também estão com estrutura comprometida. A degradação ameaça o desabamento da construção.

Grande parte dos problemas verificados na praia de Ponta Negra já são de conhecimento da Secretaria de Serviços Urbanos (Semsur), mas o secretário Luiz Antônio Lopes, disse que trazer várias secretarias e órgãos do governo na vistoria contribui para se planejar ações mais eficazes para dar soluções práticas. "É o momento oportuno para se fazer uma discussão mais ampla sobre o uso da orla de Ponta Negra. As intervenções aqui só vão existir se fizermos ações em conjunto. Encontramos vários problemas, por exemplo, que se referem à rede de esgotos da Caern. A ideia é um olhar da totalidade", argumentou.

Ceará e Rio de Janeiro são exemplosCom relação à engorda, uma das soluções foi se fazer algo semelhante ao que foi feito na Praia de Iracema, em Fortaleza, ou na Enseada de Botafogo, no Rio de Janeiro. Copacabana, também no Rio, foi citada como outro bom exemplo: os banheiros públicos fixos existentes na praia mais famosa do Brasil ficam no subsolo. São limpos e úteis a quem quer trocar de roupa na praia e ir ao trabalho, por exemplo. Sobre a construção de banheiros públicos permanentes na praia de Ponta Negra, Luiz Antônio Lopes disse que a Semsur não tem dotação orçamentária nem condições de fazer uma licitação para construção de estruturas fixas. Atualmente o aluguel de banheiros químicos para a orla de Natal é responsabilidade da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seturde). "Já temos conhecimento de que a Seturde vai fazer uma parceria com o setor privado para se construir banheiros fixos aqui na praia", adiantou o secretário da Semsur.

0 comentários:

Postar um comentário