Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Secopa nega, mas Fifa vê atraso na Arena || Só não vê quem não quer!

Tribuna do Norte - 20 de Janeiro de 2012

O secretário-geral da Fifa, Jêrolme Valcke, em visita ao Brasil, considerou o ritmo da preparação de Natal lento e disse que a cidade irá receber um monitoramento especial da entidade para ver se consegue regressar ao cronograma considerado ideal pela entidade. A critica soou como uma espécie de reprimenda para as autoridades potiguares, as quais se defenderam dizendo que a construção se encontra rigorosamente dentro dos prazos  acertados com o Comitê Organizador Local (LOC), em janeiro de 2010. Demétrio Torres, responsável pelo projeto potiguar, também não encarou a declaração de Valcke como um sinal de que a capital potiguar possa vir a perder a condição de sub-sede para a Copa do Mundo de 2014.
A fotografia do canteiro de obras da Arena das Dunas, ontem, mostra o estágio atual dos trabalhos e a Secopa promete um avanço este mês com início da concretagem das bases para as vigas
A entrevista coletiva no Rio de Janeiro encerrou a primeira visita de uma semana que o representante da Fifa fez ao Brasil e fará a cada dois meses a partir desse ano. Se no cômputo geral o clima foi de confiança e otimismo em relação aos projetos brasileiros, houve essa ressalva com relação a capital potiguar. "Temos um estádio que está sob monitoramento da Fifa para a Copa do Mundo, que é o estádio de Natal, onde definitivamente há muito atraso. O monitoramento deste estádio vai ser permanente pela Fifa, para termos certeza de que ele vai voltar ao ritmo e ser parte da Copa", afirmou.

Demétrio Torres confessa ter sido pego de surpresa com a informação e credita o fato a uma possível má interpretação das palavras de Jêrolme Valcke por parte da imprensa. "Penso que só pode ter sido uma má interpretação. Estamos até um pouco adiantados em relação ao cronograma acertado com o próprio Comitê Organizador Local, em janeiro de 2010, e agora somos surpreendidos com essa informação. Não há qualquer problema com o andamento das nossas obras, em dezembro de 2013 estaremos com o estádio pronto", salientou o secretário responsável pelos assuntos refentes à Copa no RN.

Demétrio revelou que a cidade já recebeu várias visitas técnicas dos membros do COL, onde, em algumas delas, os técnicos enviados pela Fifa chegaram a ficar até mais de um dia em Natal observando tudo que acontecia dentro do canteiro de obras. Nas reuniões realizadas também não foram feitas qualquer tipo de ressalva em relação ao cumprimento do cronograma.

"É isso que me faz estranhar uma declaração dessa neste momento. De qualquer forma acho que não estamos correndo risco, cumprimos tudo o que foi acertado em termos de cronograma. Mas temos de reconhecer que por causa de problemas diversos, realmente iniciamos nosso projeto com bastante atraso em relação a algumas cidades e ao primeiro cronograma apresentado pela entidade", ressaltou Demétrio.

Um fato que deixa as autoridades potiguares mais tranquilas é que a Fifa já garantiu a Copa com 12 sedes, além disso Demétrio Torres acrescentou a informação de que uma nova etapa do projeto, que pelo cronograma traçado para Natal só estava previsto para ocorrer em março, terá início até o final de janeiro. "Nos próximos dias vamos iniciar a fase de concretagem das coroas, que é a base para o levantamento das vigas de sustentação da Arena das Dunas. Essa fase estava prevista para março, mas conseguimos ganhar mais algum tempo. O alerta da Fifa é válido, mas reafirmo que não temos com que nos preocupar", frisou o secretário Demétrio Torres.

Outro fato que amenizou a observação foi a declaração que o próprio Valcke concedeu ao Jornal Nacional: "Medimos os níveis das obras por três cores. Verde, amarelo e vermelho. No momento, não temos ninguém no vermelho, mas isso pode acontecer de um dia para o outro. Ainda é muito cedo para dizer. É preciso que os estádios passem por testes antes da Copa do Mundo. Na África do Sul, levamos milhares de crianças aos estádios e dissemos: "Façam o que quiserem, o estádio é de vocês".

Estreante, Ronaldo afirma que Copa no Brasil será um sucesso

Jêrome Valcke, secretário geral da Fifa, Aldo Rebelo, ministro do Esporte, e Ronaldo, membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, se reuniram no Rio de Janeiro para debater as primeiras impressões a respeito das visitas às cidades-sede que fizeram desde segunda-feira e aproveitaram para valorizar o momento de transição que o país vive para receber o Mundial.

Estreante em uma função "nos bastidores da bola", como ele próprio fez questão de ressaltar, Ronaldo garante que o evento será um sucesso dentro do solo brasileiro: "Viajamos a Fortaleza para acompanhar as obras e depois o estádio de Salvador. Hoje debatemos tudo aquilo que vimos e deu para perceber que existe um grande otimismo de todos os lados por essa Copa, que será um absoluto sucesso".

O secretário geral da entidade que rege o futebol exaltou a preparação das equipes brasileiras para receber algumas seleções em seus centros de treinamento. De acordo com o dirigente, representantes de três seleções vieram conferir o planejamento dos clubes nacionais para recebê-los em 2014.

Aldo Rebelo valorizou o "significado amplo" da Copa para a vida do povo: "Posso destacar vários fatores, como a mobilidade urbana, a organização, a segurança. Vamos atualizar a engenharia, construção civil, telecomunicações, segurança para grandes eventos, etc".

Deputado Henrique Alves garante permanência de Natal

O deputado Henrique Eduardo Alves afirmou que não há menor possibilidade de Natal deixar de ser sede da Copa de 2014 em consequência da perda do prazo para construção da Arena das Dunas. Henrique disse que em função das informações que circularam ontem sobre a preocupação da Fifa com o estágio das obras, procurou o presidente da OAS, Léo Pinheiro. "Ele garantiu que o estádio será entregue até dia 31 de dezembro de 2013, pronto para ser uma das mais belas arenas da Copa no Brasil", afirmou o deputado.

Henrique Eduardo disse que pelas informações da OAS o estádio em construção em Natal não está na mesma fase dos demais, porque as obras começaram posteriormente, em virtude de dificuldades na licitação, que só teve concorrentes na segunda convocação. Posteriormente, também houve demora provocada por problemas burocráticos no BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e  Social).

Mas esses questões foram resolvidas e agora, explicou o presidente da OAS, as obras estão em um ritmo acelerado para compensar os entraves iniciais. "Não há hipótese do Rio Grande do Norte deixar de ser uma das mais bem organizadas sedes da Copa de 2014. As autoridades e o povo do Rio Grande do Norte não vão decepcionar", destacou Henrique Eduardo.

0 comentários:

Postar um comentário