Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.: A situação por outro ângulo [2006]


Vai ser lindo ver o Morro do Careca atrás de prédios azulejados. Enquanto vendem tudo, o jovem da Vila de Ponta Negra vende sua alma para tentar entrar nesse círculo vicioso onde a grana fala mais alto. Drogas, prostituição, violência, roubos... se nada for feito para compensar essa desigualdade social que impera no bairro, a tendência do quadro é piorar. As grandes construtoras precisam oferecer uma contra-partida social.

Como já disse a banda carioca O Rappa na letra da música Minha Alma: "As grades do condomínio são para trazer proteção // Mas também trazem a dúvida se é você que está nessa prisão".

Natal, considerada uma das mais bonitas e calmas capitais do Brasil, já teve o ar mais puro das Américas (segunda a Nasa, EUA) e foi base importante das Forças Aliadas durante a Segunda Guerra por seu posicionamento estratégico. Agora está nas mãos de políticos que tem a chance de proporcionar um crescimento/desenvolvimento responsável.

Se repararmos bem, a cidade está esquecendo de cuidar de seu cidadão: comprovadamente não há uma política pública séria voltada para o bem estar do pedestre, do morador, do habitante. As ditas praças urbanizadas, com estrutura, playground e sombra (fator importante em uma cidade ensolarada) são escassas: dá para contar nos dedos. A maioria não passam de descampados que acabam virando ou lixão ou buraco para recolher águas pluviais.

Aqui na Vila, estão asfaltando as ruas que dão acesso aos condomíniosos. Mas, infelizmente, quem mandou asfaltar as vias para melhorar o trabalho das construtoras não lembrou que a base da infra-estrutura urbana do bairro é de uma pequena vila de pescadores. Andar à pé por aqui, agora, virou uma roleta-russa: carros, motos, ônibus e vans a toda velocidade por ruas estreitas e sem calçada. Vamos torcer para a molecada andar esperta!!

Foto: Alex Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário