Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

DIA PARA PRESTIGIAR A NATUREZA E TODAS AS MARAVILHAS DO NOSSO PLANETA!

DIA DA TERRA: como é ver o planeta do espaço
TERRA | ESPAÇO

» Mais fotos da Terra

Quando os astronautas voltam das suas viagens espaciais, o principal assunto não é a falta de gravidade ou a violência no momento do lançamento do foguete ou do ônibus espacial. O que mais impressiona é a vista do planeta.


Para comemorar o Dia Mundial da Terra, celebrado anualmente no dia 22 de abril, confira abaixo algumas impressões de astronautas sobre o privilégio de enxergar a Terra sob uma rara perspectiva.

Apenas doze homens - aqueles que viajaram em missões à Lua - tiveram a oportunidade de visualizar a Terra por inteiro, já que a maioria dos vôos espaciais ficou em uma órbita mais baixa, onde apenas uma parte do planeta pode ser vista.

Os primeiros a enxergar a Terra de longe foram os astronautas da missão Apollo 8, em 1968. "Nós fomos explorar a Lua, mas a coisa mais importante que descobrimos foi a Terra", disse o astronauta Bill Anders em um documentário.

"Era a única cor que podia ser vista no universo. Nós estamos vivendo em um frágil e pequeno grão de poeira em uma insignificante galáxia." - Bill Anders, astronauta da Apollo 8.

"Por um instante, a Terra dá a noção de como nós somos insignificantes e frágeis, e como nós somos felizes por termos um lugar que nos permite aproveitar o céu, as árvores e a água." - Jim Lovell, astronauta da Apollo 8 e 13.

"A absoluta beleza da Terra fez com que brotassem lágrimas dos meus olhos. Se as pessoas enxergassem a Terra de cima, veriam que não existem fronteiras, raças ou religiões. Quando você vê o nosso planeta por esse ângulo, você não pensa em seu país ou em sua casa. Tudo que você pode ver é apenas a Terra." - Anousheh Ansari, turista espacial iraniano em 2006.

"Eu saí da Terra três vezes. E eu descobri que não há outro lugar para ir. Por favor, vamos tomar conta dessa 'espaçonave' chamada Terra." - Wally Schirra, astronauta das missões Mercury, Gemini e Apollo nos anos 1960.

* Fonte: Terra Ciência

0 comentários:

Postar um comentário