Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tribuna do Norte - 22/04/2008 :: MORADORES RECLAMAM DA FALTA DE INFRA-ESTRUTURA EM PONTA NEGRA

Foto: Junior Santos

COMUNIDADE - Parte da estrutura da lagoa, no bairro, está comprometida


Os mosquitos e o mau cheiro provenientes de uma lagoa de captação do bairro de Ponta Negra incomodam bastante os moradores. Lixo acumulado, desabamento de uma barreira de contenção, ratos circulando nas ilhotas de areia formada em uma das laterais são os principais problemas listados.

Moradora da rua Praia de Maracajaú, a professora Francisca Miranda, 57, acusa a prefeitura de abandonar a lagoa. “Ninguém agüenta mais esses mosquitos. A gente fica com medo de doenças”, diz. Na opinião dela, a obra foi mal feita e a água não está sendo absorvida pelo solo.

O técnico de refrigeração Paulo César Azevedo, 53, afirma que a lagoa não recebe nenhum tipo de inspeção. “Eu trabalho com licitação, sei que quando uma empresa executa uma obra pública, o órgão responsável confere o projeto com o que foi realizado. Aqui certamente não houve isso. A construtora entregou do jeito que quis”, acredita. Ele reclama que a calçada não foi urbanizada.

A entrada da lagoa é situada na avenida Praia de Jenipabu, uma das principais daquela área do bairro (próximo ao Praia Shopping) e a calçada realmente não está bem cuidada. O secretário municipal de obras e viação de Natal, Damião Pitta, explicou que a urbanização não foi concluída porque ainda existe material dentro da lagoa, que está sendo retirado de acordo com a necessidade.

>>> Essa mesma lagoa acabou de ser construída [e quase foi concluída, pois ficaram montanhas de areia que diminuíram a capacidade] e já apresenta problemas na estrutura. Ontem (22/04) passei de ônibus e três crianças tomavam banho como se o local fosse a piscina de um clube; hoje (23/04), a lagoa estava quase transbordando e o lixo doméstico virou 'bóia' na enxurrada que desabou sobre a 'Capital do Sol'. Até quando???

“Nós entramos sempre com caminhão para retirar a areia, por isso ainda não fizemos a calçada”, explicou. A areia que compõe as ilhotas estão sendo retiradas paulatinamente porque há escassez de material para as obras realizadas pela Semov. “O material escavado é útil para nós. Não podemos desperdiçá-lo”, defende.

Quanto aos ratos, mosquitos e outras pragas que circulam pelo local, ele diz que nada pode fazer. “A gente não tem como evitar. Mas eu não entendo como pode ocorrer o mau cheiro, porque não há ligações clandestinas de esgoto naquela lagoa”. Damião Pitta garante que a obra foi concluída e não há nada de errado com ela.

Com relação à barreira de contenção, ele mandará equipe para averiguar o problema e providenciar a solução. “As pessoas podem ficar despreocupadas porque não temos problemas com as lagoas de captação em Natal. A Vigilância Sanitária sempre fiscaliza”.

0 comentários:

Postar um comentário