Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Matéria DN 26/9 - Resposta de jornalista sobre matéria publicada no El Mundo

Reação nacional ao El Mundo que rotulou Natal

A reportagem ‘Soy menor, el condón te saldrá caro’, publicada no aos 17 de setembro no jornal espanhol El Mundo, sobre a questão da prostituição em Natal, mais especificamante em Ponta Negra, repercutiu pelo país e vem gerando indignação em natalenses que vivem fora da capital potiguar.

Um grupo de jornalistas e profissionais potiguares que reside em São Paulo, auto-intitulado ‘PPPP’ (Poder para o povo potiguar) se manisfestou, através de artigo enviado à redação do periódico espanhol, contra a reportagem que, entre outras difamações, chamou Natal de ‘europrostíbulo’.

O artigo, de autoria do jornalista Alan Severiano, reconhece como ‘‘realmente grave o problema da prostituição de crianças e adolescentes em cidades do litoral brasileiro’’ e que essa prática se tornou frequente nos últimos cinco anos após a forte presença de estrangeiros nessas cidades. Severiano trata como ‘‘constragedora’’ a situação que se encontra Natal, mas mesmo assim se indignou com a reportagem que, mesmo fazendo um alerta à população acerca do problema, ‘‘revela um olhar egoísta, divulga informações incorretas e consolida preconceitos contra o Brasil’’.

‘‘Quando li a reportagem, minha primeira reação foi de indignação. Não por ter falado da prostituição infantil, mas sim pelo preconceito com que trata a cidade e também com o Brasil e brasileiros’’, conta. O jornalista, que vive há nove anos em São Paulo, enviou o artigo por e-mail à diretoria de redação e outros três setores do jornal no último sábado e, até o início da noite de ontem, não havia recebido resposta.

Severiano lembra que da última vez que esteve em Natal, no final do ano passado, ficou chocado com as imagens que viu em Ponta Negra. ‘‘Foi uma sensação de frustração e pena’’, disse.

A jornalista Rosilene Pereira é mais uma integrante do grupo que já passa dos 15 conterrâneos, que se encontram periodicamente, a fim de matar as saudades da terrinha. Ela falou que ao ler a reportagem ficou muito triste e por isso resolveu mobilizar esforços entre seus amigos para que cada um agisse à sua maneira. ‘‘Uma ação como essa é necessária, acho que os natalenses já estão apáticos com a situação. E não pode ser assim’’.

Para Severiano, o problema está no excesso de hospitalidade dos moradores. ‘‘O povo precisa se manifestar dizendo que não quer mais sexo-turismo na cidade. Não dá para deixar como está’’, disse.

Pereira disse que o atual presidente da SPTuris (secretaria de turismo da cidade de São Paulo) e ex-presidente da Embratur, Caio Luiz de Carvalho, que esteve presente no processo de revitalização de Ponta Negra, declarou à ela que faltou mentalidade na administração local para levar o projeto de revitalização à frente, na grandiosidade que se havia pensado.

0 comentários:

Postar um comentário