Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Matéria do jornal Tribuna do Norte (quinta, 28/9)

Moradores protestam contra obras na Vila de Ponta Negra

Foto: Affonso Nunes


PROTESTO - Grupo é contra empreendimento em Ponta Negra

Um grupo de moradores do bairro de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal, fez ontem à tarde uma panfletagem contra a construção de condomínios verticais na Vila de Ponta Negra. Durante 1h30m, cerca de trinta pessoas se reuniram em frente ao posto salva-vidas do Corpo de Bombeiros para distribuir folhetos.

O jornalista Yuno Silva, de 31 anos, um dos organizadores da manifestação, disse que os moradores estão revoltados com a construção do empreendimento.

“É necessário que haja bom senso. Não sou contra o progresso, mas ele tem que vir com responsabilidade. O Plano Diretor da cidade ainda nem foi aprovado e já permitem uma construção dessa para acabar com o cartão postal da nossa praia?”, indignou-se o jornalista.

Segundo ele, além do impacto visual que irá causar, a vila não conta com estrutura urbana para receber uma obra como a que está sendo erguida. “O impacto visual será um absurdo para o Morro do Careca. A gente sabe que o saneamento já está saturado, imagine com mais um prédio onde irão morar 200 pessoas?”, justificou.

A revolta de Yuno despertou quando ele folheava uma revista e viu o anúncio do prédio à venda. “Aquilo me deixou injuriado e procurei os jornais para fazer a denúncia”, lembrou Yuno.

O movimento contra a construção dos espigões irá continuar até que a comunidade consiga que a Justiça impeça a continuidade das obras. No próximo dia 5 de outubro os moradores realizarão uma nova reunião e já convocarão advogados, engenheiros e representantes do MP para debater o problema. A construção dos prédios que ameaçam a visão do Morro do Careca foi publicada na edição do último sábado na TN. O quarteirão entre as ruas José Bragança e Morro do Careca abrigará três empreendimentos, dois deles em fase de construção com licença ambiental e alvará concedidos pela SEMURB. O terceiro edifício está com o projeto sendo analisado pelo órgão municipal.

0 comentários:

Postar um comentário