Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Matéria Correio da Tarde 23/3 :: Idema apresenta estudo técnico sobre a APA

Idema apresenta estudo técnico sobre a APA

Foto: Ivanízio Ramos

Governadora destacou o investimento de cerca de R$ 50 milhões na Estação do Tratamento do Baldo

O Governo do Estado vem realizando um trabalho sistemático para ampliar as áreas de preservação ambiental, visando a conservação dos recursos naturais e o desenvolvimento sustentável. Na manhã desta quinta-feira (21), durante as comemorações do Dia Mundial da Água, em solenidade realizada no Parque das Dunas, o Idema (Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente) apresentou o estudo técnico da Área de Proteção Ambiental (APA) do Jiqui, que vai ajudar a manter o potencial hídrico da Lagoa do Jiqui e dos rios Pitimbu e Taborda.

Situada numa área de intensa especulação imobiliária, no bairro de Nova Parnamirim, a APA do Jiqui está sendo criada para conter as ações predatórias e evitar o comprometimento do abastecimento abundante e de boa qualidade proporcionado por um sistema hídrico bastante explorado pela população da região.

Os estudos técnico-científicos foram encerrados esta semana, abrindo caminho para a efetiva proteção do local.

"Já duplicamos as áreas de preservação ambiental do Rio Grande do Norte com a criação das APAS de Tubarão, em Macau; dos Mangues, na Redinha; de Genipabu, em Extremoz; dos Corais, em Maracajaú; de Pipa, em Tibau do Sul; dos Rosado, na Costa Branca; e agora com a do Jiqui", salientou a governadora Wilma de Faria. Ela aproveitou a oportunidade para convocar a população a se engajar no trabalho educativo do uso correto da água e da preservação do meio ambiente, garantindo um futuro saudável para o planeta.

Mais

A governadora citou ainda outras ações contempladas pela política de gestão dos recursos hídricos que vem desenvolvendo nos últimos quatro anos. "Estamos investindo cerca de R$ 50 milhões só numa única obra, que é a construção da Estação de Tratamento do Baldo, em Natal, que vai tratar todo o esgoto coletado da capital e ajudar a despoluir o rio Potengi".

Além disso, também estão sendo realizadas obras que permitiram o acesso à água em áreas que sofrem com o problema de desabastecimento. O Governo do Estado já construiu quase 600 quilômetros de adutoras, mais de 8.700 cisternas e de 3.000 poços tubulares, levando água potável e de qualidade para centenas de comunidades rurais.

0 comentários:

Postar um comentário