Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Matéria DN 22/3 :: Programação do dia mundial da água é ampla

Programação do dia mundial da água é ampla

Repórter: Ana Paula Costa

A comemoração do dia mundial da água começou no dia de ontem quando todas as escolas públicas da cidade receberam um kit educativo sobre a preservação do meio ambiente e principalmente do líquido essencial à vida. Hoje, a partir das 10h haverá um evento comemorativo no Parque da Dunas que contará com a presença da governadora Wilma de Faria em que haverá explanações importantes sobre os mananciais do estado e sua preservação.

No kit entregue ontem aos alunos da rede pública de ensino havia um cd com informações sobre todo a bacia hidrográfica do estado, sua composição e a necessidade da preservação dos mananciais. Além disso, vários panfletos com informações sobre as matas siliares, conservação do meio ambiente e outros temas ligados à água completavam o curso.

Hoje, a programação conta com três atividades importantes. Duas delas acontecem no evento que ocorre no Parque das Dunas: o lançamento do livros Águas Potiguares e a apresentação do estudo técnico da Área de Preservação Ambiental do Jiqui. No livro, o leitor poderá encontrar informações completas sobre todos os reservatórios do estado que possuam mais de cinco milhões de metros cúbicos de água. Desde o perfil dos reservatórios, localização e construção, até a população que é beneficiada por cada um.

A terceira atividade, mas não menos importante é a publicação no Diário Oficial do Estado de um grupo de estudo formado por representantes do Instituto Gestor de Águas do RN (Igarn), da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente (Idema) e da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), que terá como objetivo unificar os procedimentos para que as soluções para os problemas enfrentados sejam mais rápidas.

Para o secretário de recursos hidrícos, Iberê Ferreira de Souza, a intenção da secretaria é aproveitar o dia de comemoração para incentivar a educação das futuras gerações para que entendam a importância da conservação desse bem. ‘‘O grande problema que enfrentamos hoje com relação à água é a falta de consciência das pessoas, além é claro da falta de saneamento básico enfrentada pelo nosso estado’’, afirmou.

A falta de saneamento é apontada por ele como o maior desafio a enfrentar, uma vez que apenas 30% da capital é saneada e apenas 10% recebe tratamento. ‘‘Não podemos mais adiar a solução desses problemas, já estamos sentindo os problemas causados pela falta de saneamento quando, por exemplo, vemos os poços da capital tendo que ser diluídos devido a alta presença de nitrato’’, explicitou.

Além das comemorações do Dia Mundial da Água o governo do estado preparou outros três eventos para comemorar a data. Na próxima segunda-feira no auditório da Semarh acontece o Seminário ‘‘Cenário de Gestão Integrada de Recursos Hídricos nos Estados do Rio Grande do Norte e Ceará’’. Na quarta e quinta-feira seguintes, no mesmo local, haverá a apresentação do Programa Água Doce com a participação de representantes do Ministério do Meio Ambiente e núcleo estadual do programa e na sexta acontece a inauguração da primeira Unidade Demonstrativa do Programa Água Doce com a presença da Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, em São José do Seridó.

AUDIÊNCIA

Além da programação oficial uma audiência pública, proposta pela deputada estadual Micarla de Sousa, acontecerá à tarde na Assembléia Legislativa. A proposta é discutir os problemas enfrentados, principalmente na capital, e apontar soluções a curto prazo para que a população não sofra com a possibilidade de escassez hídrica, uma vez que o Rio Grande do Norte é um dos seis estados do brasileiros que se aproximam do sinal de alerta.

Na ocasião, a promotora do meio ambiente, Gilka da Mata fará uma exposição sobre o assunto e os demais convidados poderão fazer suas interpelações. Foram convidados representantes da Caern, do Igarn, da UFRN e os engenheiros Kalazans Bezerra e Rivaldo Fernandes e os professores Elias Nunes e Laércio Cunha. A discussão começas às 15h, no Plenário Robinson Faria da Assembléia.

0 comentários:

Postar um comentário