Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ordem PANELAÇO em versos :: por Deth Haak

Essa é a Ordem “Panelaço”

Assim é a sua, e a minha poesia
Ponto e virgula que gritante
Brada natureza na ousadia
Duma realidade ora presente.

Um ribombar de tanta panela
em nossos corações arfantes
Acordando a Ponta Negra bela
Não dormimos um só instante...

Somos homens e mulheres
E na vontade nos poderemos
Derrubar leis, como os talheres,
Que Viva o Morro bradaremos!

Estrebuchem quem se rebela
Fazendo do hoje a barganha
Escondendo-se atrás da janela.
Aventes a luta não esta ganha!

Expostas as faixas e placas
Continuemos dando recado
Patrimônio das Américas
O Morro do Careca coroado.

Semens que da terra apanha
Germina na praia a ternura
Da maré ora vazante, ganha
Do orbe aplausos à aventura...

Queremos vento o sol e a lua
Aquarelas matizando a bravura
De Capoeiristas crianças na rua
Chamando no grito a Prefeitura...

Deth Haak
“A Poetisa dos Ventos”
25/11/2006
SPVA-RN. Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN

0 comentários:

Postar um comentário